Finos Trapos Promove Circulação do Espetáculo MÓS AI QUÊ por três cidades do interior baiano

 

 

 

 

Em comemoração a seu décimo quarto aniversário, celebrado no último dia 04 de junho, o Grupo de Teatro Finos Trapos levanta pouso e leva na bagagem seu oitavo espetáculo de repertório para ser realizado nas cidades de Guanambi, Vitória da Conquista e Senhor do Bonfim-BA.

Essa é a primeira temporada de circulação do espetáculo MÓS AI QUÊ, trabalho mais recente do Finos estreado em dezembro de 2016 em Salvador. A primeira cidade a receber a temporada é Guanambi, a ser realizada no dia 18 de Junho no Centro de Cultura da Cidade.

Depois de um longo tempo sem retornar à cidade com seus projetos, em Julho será a vez de Vitória da Conquista, berço da maioria dos artistas do Grupo, que receberá a temporada no dia 02 de Julho de 2017 no Teatro Carlos Jehovah.

Finalmente, no dia 06 de Agosto às 19h será realizado no Teatro Reginaldo Carvalho a sessão em Senhor do Bonfim.

Em todas as cidades, a temporada do espetáculo acompanha a realização das atividades referentes à execução do Projeto Alvenarias Cênicas, que tem levado formação e reflexão sobre as artes cênicas no Estado da Bahia em cinco territórios de identidades distintos.

(para saber mais sobre o projeto Alvenarias Cênicas Clique Aqui)

O espetáculo é  inspirado no mosaico das memórias afetivas, histórias de vida e nas obras de repertório do Finos Trapos, sendo em si mesmo uma grande homenagem ao legado poético construído nessa trajetória de grandes desafios, trocas de saberes, vivências pessoais e coletivas.

A temporada de MÓS AI QUÊ será o nosso modo singelo de comemorar esses 14 anos, trabalhando e levando à frente o legado dessa gente boa que ajudou e ajuda a construir a nossa História. São essas e outras iniciativas que nos fazem continuar acreditando na Arte do Encontro - o teatro - como uma celebração do que há de melhor na humanidade: A sua perfeita imperfeição.

 Saiba mais sobre os 14 anos de trajetória do Finos clicando aqui

 

Sobre MÓS AI QUÊ

 

Trata-se de um espetáculo cênico-musical que aborda o imaginário sertanejo, os processos de criação artística e a trajetória do Grupo de Teatro Finos Trapos. A partir de recursos como a metalinguagem e o elemento biográfico como ponto de partida para a criação dramatúrgica, o espetáculo celebra a criação compartilhada e o Teatro de Grupo enquanto território de encontros e despedidas, achados e desventuras, tradição e contemporaneidade, territórios e fronteiras.

Entre as variadas comédias e dramas que passam, três artistas de um Grupo de teatro reviram seus imaginários criativos a fim de encontrar uma arrebatadora estória para seu novo trabalho e enfrentar a crise em que vivem.   Durante a jornada, visitam o mosaico de seus antigos personagens inspirados no imaginário sertanejo e procuram um novo sentido para continuarem trabalhando juntos. A linguagem da peça, inspirada na estética regionalista, proporciona ao espectador a sensação de adentrar no imaginário e no universo árduo e delicado da criação artística.

Os elementos visuais, que remetem à cultura nordestina – principal reduto das criações do Finos   Trapos,   compõem    uma   diversidade   de   signos   que representam o desnudamento do inconsciente coletivo sobre o artista sertanejo a partir da poética de encenação explorada pelo Grupo.

MÓS Aí QUÊ é um convite ao público para conhecer o universo dos processos de criação artística e entender a crise como oportunidade de sair da zona de conforto para alçarmos novos voos, explorando territórios desconhecidos.  

 

 Foto: Studio SG

Sinopse

 

A trama se passa no interior de uma companhia de teatro, que em crise, revisita seus antigos trabalhos em busca de uma nova e inspiradora estória para ser encenada e trazer outro fôlego para os artistas que trabalham juntos a longa data. Determinados, João das Dores – o dramático, Zé Galhofa – o cômico e Armando Trama – o Poeta buscam em seus imaginários criativos motivações para superar as dificuldades e, a partir do mosaico de seus espetáculos de repertório, encontrar a obra-prima que os tirará da condição precária em que vivem.

Foto: Studio SG

Serviço

 

Espetáculo: MÓS AI QUÊ

 

Temporada  em Guanambi-BA 

Quando? 18 de Junho de 2017 (Domingo)

Onde? Centro de Cultura de Guanambi (Rua Manoel Bandeira s/n, Centro)

Que horas? 19h

Quanto? R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)

 

Temporada  em Vitória da Conquista-BA

Quando? 02 de Julho de 2017 (Domingo)

Onde? Teatro Carlos Jehovah (Praça da Bandeira, s/n, Centro)

Que horas? 19h

Quanto? R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)

 

Temporada  em Senhor do Bonfim-BA

Quando? 06 de Agosto de 2017 (Domingo)

Onde? Teatro Reginaldo Carvalho (Praça Luiz Viana Filho, s/n)

Que horas? 19h

Quanto? R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)

  

Classificação? 14 anos

E-mailEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Site: www.grupofinostrapos.com.br

 

FICHA TÉCNICA ESPETÁCULO

Gênero: Cênico Musical

Elenco: Francisco André, Frank Magalhães e Thiago Carvalho

Encenação: Frank Magalhães

Dramaturgia: Francisco André

Figurino: Leonardo Teles

Cenografia e Adereços: Yoshi Aguiar

Músico: Gabriel Carneiro

Fotografia: Diney Araújo

Designer gráfico: Wilson Gonzaga

Operador multimídia: Ricardo Andrade

Coordenador de Produção: Thiago Carvalho

Mediação Cultural: Poliana Bicalho

 

 

Fina Agenda Resumida

Blog